segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Meu amor maior


(imagem do Google)
Esse é para a senhora Mamãe: 
(Ilda M. de Queiroz + in memoriam)


Meu amor maior

E bem cedinho lá estava ela,
Em sua labuta, diariamente,
Fogo aceso, asseada panela,
Bolo de fubá com café quente.


Buscava leite, varria o chão,
Às galinhas jogava milhos,
Roupas no varal e prontidão,
E tudo fazia para seus filhos.


Arroz com ovo, quiabo, jiló,
Tutu, carne de lata, macarrão,
Abobora batida, salsa, pirão.


E tudo bem alvo, nenhum pó,
Cantarolava; ser da verdade,
Exemplo na fé e na dignidade.



Raquel Ordones
Uberlândia MG 24/08/15

Um comentário:

  1. Lindo e inspirador o blog. Parabéns pelas as belas poesias. Um bom dia

    ResponderExcluir