domingo, 19 de junho de 2022

Mundo Imersivo

Mundo imersivo

 

Inverso com experimentação?

Opinião díspar? Lugar diverso?

Reverso do concreto? É ficção?

Explicação? Talvez um controverso?

 

Universo com tanta dimensão.

Interação que fascina; qual verso.

Anverso: frieza e palpitação

Tri dimensão das imagens; submerso.

 

Tergiverso: usuários e estação;

Imaginação tem limite? _Converso.

Transverso comércio e transação.

 

Inovação cinge: fato disperso.

Terso orbe com sua criptofração?

Constelação na nuvem? Metaverso.

 

Raquel Ordones #ordonismo

 #Metaverso

quarta-feira, 1 de junho de 2022

"Envolver"


 “Envolver”

 

Agita o orbe; toda gente antenada.

Governada por si; o modelo  dita.

Anitta: da favela a empoderada.

Amada, criticada; há quem irrita.

 

Gabarita em cada show; premiada.

Escalada na história tão bonita.

Visita qualquer canto: idolatrada.

Apurada a seu estilo: senhorita!

 

Parasita em beira; desaforada.

Gentada com vontade infinita e

Frita a ousadia; a aponta censurada.

 

Rapaziada, o que é que te excita?

Cogita se até a alma é tatuada.

Mancada né fio! CPI e gente aflita

 

---------- >   B   A   N   G   ! <----------

 

Raquel Ordones #ordonismo

Uberlândia – MG – 01/06/2022

@anitta #anitta #envolver #poesia

 

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Teu abraço

Teu abraço

 

Encantada; o melhor da minha vida.

Subida vaporosa e tão alada.

Arranjada num céu; bem acolhida.

Comovida; lágrima era brotada.

 

Calada minha alma estava servida.

Absorvida na amarra deslaçada.

Tocada pela emoção descabida.

Envolvida na condição exalada.

 

Avassalada, tonta e amolecida;

Sentida de pé; cabeça abalada.

Jogada; em tua pele recebida.

 

Apetecida; carne conectada.

Emimesmada; sou a ti oferecida.

Acendida no abraço; acasalada.

 

Raquel Ordones #ordonismo


 


 

terça-feira, 24 de maio de 2022

Não se procura uma cara metade

Não se procura uma cara metade

 

Anormal quem busca sua metade.

_Vaidade? Não. O ser já veio integral.

Varal de si com sua identidade.

_ Idade? Nada implica no portal.

 

Fatal: bater na tecla: a prioridade.

Maldade; com seu viver ser brutal.

Canal que não traz a felicidade.

Austeridade: emoção e carnal.

 

Afinal: procura alguém com vontade.

Liberdade em caber no mesmo quintal.

Essencial: humor, maturidade.

 

Intensidade; ser feliz: vital.

Real escolha; absoluta verdade.

Capacidade incondicional.

 

Raquel Ordones #ordonismo

Uberlândia MG – 24/05/2022

 


 

sábado, 21 de maio de 2022

Soneto para Rita


        Soneto para Rita


Na Rita li sossego na ousadia.

Poesia que flagra; é negrita.

Agita lança perfume e alegria.

Mania de você que ali transita.

 

Perita em amor e sexo: arrepia.

Alia-se a doce vampiro e excita.

Recita e fora da lei: melodia.

Teimosia: Brasil com S atrita.

 

Grita: alô Marciano; e tão bravia.

Amplia o seu corre-corre; acredita?

Fita, de pés no chão, nave Maria.

 

Cria o vírus do amor a sua escrita.

Bendita é; caso sério, harmonia.

Sintonia: céu e terra._ Salve Rita!

 

Raquel Ordones - #Ordonismo

 

“Desculpe o auê...”

@ritalee

 

Sombrinha

Sombrinha

 

Mariazinha ri; está encantada.

Presenteada com uma sombrinha,

Floridinha; do tamanho de nada.

_Obrigada, é que uma assim: não tinha!

 

Chuvinha fina; também engrossada.

Ensolarada manhã; tardezinha.

Pequenina; lá vai toda encantada.

Agasalhada com sua sombrinha.

 

Mãozinha no suporte; bem grudada.

Colada no seu pescoço se aninha.

Se vinha ventos; estava empunhada.

 

Deita na cama; do lado a sombrinha.

Na cadeirinha; e mesa: pendurada.

Encantada, um brilho de menininha...

 

Raquel Ordones - #Ordonismo

Uberlândia MG – 21/05/2022